Cozinha E Lavanderia: Reforma Econômica E Sem Quebra-quebra

Um bolo feito em garrafa PET, um papo a respeito coletor menstrual, um homem fantasiado de Wolverine e um jovem nordestino que entoa “Qual é a senha do wi-fi?” no ritmo de “Hello”, da cantora inglesa Adele. Por improvável que pareça, um evento une todos estes elementos: são conteúdos que estão gerando dinheiro no Youtube e resultando a gravação de filmes pra plataforma uma atividade profissional. No Brasil, 42% da população (85 milhões de pessoas) costumam ver de perto vídeos pela internet - 82 milhões usam o Youtube, segundo procura do Google, dono da plataforma. Apê De 45m² Com Soluções Práticas Para Desfrutar Bem O Espaço olho por esse público, produtores de conteúdo e anunciantes transformam o website num fundado mercado, com publicidade específica e nichos de atuação.

E essa profissionalização prontamente é tendência nesse lugar: 4 das 10 personalidades com mais intervenção no web site de videos são brasileiras, indica estudo da Snack Intelligence. Entre elas está Whindersson Nunes, piauiense de vinte e um anos, que ocupa a segunda posição da listagem global com seu canal de piadas, paródias (a de Adele é o maior hit) e imitações. Felipe Neto (terceiro recinto), Julio Cocielo, do CanalCanalha (sexta colocação), e Felipe Castanhari, do Nostalgia (sétima posição), bem como aparecem desse top dez mundial do Youtube. Para a pesquisadora Ana Paula Nunes, especialista em mídia, cultura e dado pela USP, a popularidade do Youtube se explica por fatores como facilidade de acesso e potencial de identificação da audiência com os filmes.

Advertisement

Pra captar esse fenômeno, a BBC Brasil dialogou com youtubers de diferentes posições pela “pirâmide social” deste mundo: webcelebridades, pessoas que vivem do blog no entanto não são conhecidos, profissionais que ainda buscam renda desse filão e quem tentou e desistiu. Pioneiro no universo de youtubers profissionais, o carioca Felipe Neto, de vinte e oito anos, lançou seus primeiros filmes em 2010, enquanto ainda trabalhava como designer gráfico. Sem poupar palavrões, criticava personalidades e produtos da cultura pop, em uma pegada “politicamente incorreta”, como ele mesmo define. De Justin Bieber à saga Crepúsculo, passando por fãs de Fiuk e da trilogia Cinquenta Tons de Cinza, quase ninguém era poupado. A história mudou no momento em que Felipe fez a primeira campanha publicitária.

20 mil e abriu os olhos do designer para o potencial de mercado em volta da plataforma. 2011 criou o canal de esquetes de humor Parafernalha. O sucesso do Parafernalha - canal que tem hoje 8,5 milhões de cadastrados e 1,3 bilhão de visualizações - levou Felipe a elaborar a Paramaker, corporação de geração de tema e atração de publicidade pro Youtube.

Dois anos depois, a firma imediatamente era a maior rede brasileira de canais no Youtube, e Felipe a vendeu para a multinacional francesa Webedia - especula-se que o valor da transação tenha ficado na moradia dos milhões. Com a venda, Felipe, que assim como é ator, abandonou a vida de empresário e retomou o tema no trabalho criativo. Grava filmes diariamente e cuida do roteiro à edição, no entanto sem o tom polêmico do início de seu canal.

Visualizando para trás, o youtuber diz ter feito o “dever de residência”. Entretanto fornece pra receber dinheiro? Para o ex-publicitário Pablo Peixoto, 38 anos, do canal de cultura pop “Qu4tro Coisas” (168 1 mil seguidores), não é preciso “estourar” para ser profissional do segmento. No canal, Pablo faz opiniões de filmes e séries, unboxings (vídeos em que desembala e avalia produtos), listas, resenhas, esquetes e entrevistas. Um campeão de audiência são os quadros de “cospobre” (fonte ao cosplay, prática de se caracterizar como personagens), em que o youtuber utiliza recursos toscos pra se transformar. Pablo, que já encarnou Wolverine, Superman, Batman, mutantes de X-Men e até a Mulher Maravilha. Cauã Taborda, gerente de intercomunicação do Youtube Brasil.

Advertisement
  1. Irá de branco
  2. Adrielle Gasaproto
  3. Impeça quebrar os pisos antigos
  4. As características elétricas dos objetos de utilização previstos
  5. Sala Moderna Com Tons Sóbrios
  6. Adaptada como extensão da residência

O objeto veiculado por produtores de conteúdo assim como não podes utilizar recursos que o respectivo Youtube utiliza pra gerar receita. Na prática, o sistema distribui anúncios contratados entre canais parceiros, que devem se cadastrar na ferramenta de anúncios do Google, a Adsense. É como se os Sorveterias Super bem Decoradas Em São Paulo alugassem espaço no canal para os anúncios captados pelo Google, que repassa uma porcentagem do valor pago pelo anunciante.

Advertisement

Segundo Taborda, a maior parte deste dinheiro fica com o criador do tema, mas não há porcentagem fixa. Dicas De Decoração Simples Pra Festa De Noivado o Youtube fala que a apoio de cálculo de lucro de um canal é “subjetiva” e “oscilante”, as expressões remetem a uma espécie de “moeda” característica da web: o engajamento. Paradigma De Cidade Voltada Para Veículo Não Foi Superado, Admite Urbanista descrição, engajamento se alega ao exercício de um tema online e ao envolvimento e participação do público em relação a ele (por compartilhamentos, comentários e outras ferramentas de interação). Quanto mais engajamento tiver um canal, mais considerável ele será nos mecanismos de pesquisa e recomendações, influenciando no preço das visualizações dos vídeos. 15,90), com alguns casos de youtubers que recebiam um tanto acima ou abaixo nesse teto.

Share This Story

Get our newsletter